Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Biodiversidade em cheque

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

 


Desde o início de outubro, os noticiários estão falando muito sobre as conferências globais da Organização das Nações Unidas (ONU), que vão definir os compromissos dos países para deter o aquecimento da atmosfera terrestre e evitar uma mudança climática mais severa.  

 

No começo de novembro tem COP 26, em Glasgow,na Escócia. Mas antes desta reunião de representantes dos países integrantes da ONU, aconteceu a 15ª Conferência de Biodiversidade, a  COP 15,  na semana de 11 a 15 de outubro de 2021, para discutir sobre a preservação da biodiversidade do planeta. 


Entender os problemas que o aquecimento global e a mudança climática causam na biodiversidade da Terra, e propor soluções para diminuir as perdas nas próximas décadas, é um ponto fundamental para que tenhamos um planeta saudável para viver daqui a 30, 40 anos. Este é um assunto que tem a ver com todos nós que estamos neste planeta.


A primeira parte da COP 15 terminou em 15 de outubro de 2021 e reuniu representantes de 195 países na cidade chinesa de Kunming, que discutiram de forma virtual. Muitas conversas foram feitas, mas os acordos finais sobre o compromisso de cada país para metas de proteção da  biodiversidade só serão fechados em uma segunda reunião que será feita em janeiro de 2022, na Suíça, de forma presencial. 


Para entender melhor o significado e a abrangência da COP 15, o podcast O Clima entre Nós conversou com o professor Braulio Dias. Ele é membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza (RECN), professor do Departamento de Ecologia da Universidade de Brasília, ex-secretário executivo da Convenção da ONU sobre Diversidade Biológica e ex-secretário nacional de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente.


Todos os episódios do podcast O Clima entre Nós estão disponíveis no site da Climatempo, no nosso canal no Youtube e a também nos principais agregadores de podcasts.

 

 

 


Boa escuta!

 

 

 

+ mais notícias